Museu do Amanhã Sedia o Encontro Nacional da ABCMC em 2018

Leia mais

Certificados de participação já estão disponíveis na plataforma Sympla

Acompanhe notícias e novidades sobre o III Encontro da ABCMC

Veja mais

O tema central do Encontro será Centros e Museus de Ciências nas sociedades em rede, objetivando discutir os desafios que se colocam para estas instituições em função do grande volume de conhecimento produzido e disseminado por diferentes canais e meios de comunicação. Outros temas também serão abordados nas sessões do Encontro.

Palestrantes confirmados

Tania Wilson

Museum of Science and Industry (UK)

Tania Wilson é a gerente do Programa de Parcerias e Colaborações para o Festival de Ciência de Manchester, no Reino Unido, que é o maior festival de ciência britânico. Ela trabalha para o Museum of Science and Industry, que faz parte do Science Museum Group no Reino Unido.

Paulo Gadelha

Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

Paulo Gadelha é pesquisador Sênior da Fiocruz, onde coordena a “Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030” e Plataforma Ágora2030. É conselheiro do Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro, representante da Fiocruz para a implementação do Parque Tecnológico de Saúde do Estado do Ceará e parte do “Grupo de 10 Membros” da ONU.

Laura Taves

Museu do Amanhã

Arquiteta e urbanista, Laura Taves é gerente de Desenvolvimento de Público e Relações Comunitárias do Museu do Amanhã desde sua abertura. Fundou o coletivo de artistas e artesãs Atelier Azulejaria em 2003 na zona portuária do Rio de Janeiro, e em parceria com a ONG Redes da Maré desenvolve projetos de educação e arte, os quais procuram investigar a cidade e expandir suas fronteiras sociais, culturais e urbanas.

José Ribamar Ferreira

Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciência

Doutor pela UFRJ e especialista em políticas públicas para divulgação científica, Ribamar Ferreira é presidente da ABCMC. Foi um dos coordenadores da implantação do Museu da Vida/Fiocruz e Ciência Móvel/Fiocruz e também coordenou a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Rio de Janeiro entre 2008 e 2011.

Luis Marcelo Mendes

Independente

Luis Marcelo Mendes é jornalista, consultor de organizações culturais e gestor de projetos de comunicação, design, mídias digitais, editoriais e exposições. Desde 2011 dedica seu foco ao setor de museus, sendo um dos principais pesquisadores no Brasil sobre branding, desenvolvimento de públicos e tecnologias do segmento.

Viviane Sarraf

Universidade de São Paulo - USP

Pesquisadora do Instituto de Estudos Brasileiros e do Programa de Pós-Graduação Interunidades em Museologia da Universidade de São Paulo – USP, onde realizou o pós-doutorado. É coordenadora do Grupo de Estudo e Pesquisa de Acessibilidade em Museus e fundadora da empresa Museus Acessíveis.

Sérgio Besserman

Jardim Botânico/RJ

Sérgio Besserman é economista, professor do Departamento de Economia da PUC-Rio e presidente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. É membro do conselho diretor ou consultivo de diversas organizações não-governamentais como Fundação Roberto Marinho, WWF, FUNBIO, ICLEI entre outras. Recebeu, em 2013, o prêmio “Faz a Diferença” das Organizações Globo. 

Jailson Andrade

Universidade Federal da Bahia

Pesquisador nível 1A do CNPq, Jailson Andrade é químico e membro da Ordem Nacional do Mérito Científico. Em 2016, a Sociedade Brasileira de Química criou o Prêmio “Jailson Bittencourt de Andrade”, dado a professores e estudantes com contribuição original para a formação em Química sob forma de texto, experimento, vídeo, música ou imagem.

Gaudêncio Fidelis

Independente

Gaudêncio Fidelis é curador e historiador de arte especializado em arte brasileira moderna e contemporânea e arte das Américas. Foi curador do Queermuseu: Cartografias da Diferença na Arte Brasileira em 2017 e é membro do Conselho Museológico Brasileiro do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM)

Vera Mangas

Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM

Historiadora, Vera Mangas é chefe da representação regional do Instituto Brasileiro de Museus (vinculado ao Ministério da Cultura) no Rio de Janeiro. É doutoranda em Memória Social pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e tem grande atuação em História, Museologia e Gestão Cultural.

Sarita Albagli

Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT

Pesquisadora do IBICT, Sarita Albagli é membro do Comitê Assessor do CNPq na área de Ciência da Informação e Museologia.  É editora do periódico científico Liinc em Revista e coordenadora do Programa de Pesquisa em Ciência Aberta e Inovação Cidadã no IBICT.

Ricardo Abramovay

Universidade de São Paulo

Professor sênior do Instituto de Energia e Ambiente da USP, Ricardo Abramovay é especialista em desenvolvimento sustentável e autor de onze livros. Tem artigos publicados por grandes jornais brasileiros e atualmente pesquisa a  interface entre desenvolvimento sustentável e revolução digital, tema sobre o qual tem colaborado com a Academia de Ciências Sociais do Vaticano.

Martha Cambre

Espacio Ciencia (Uruguai)

Martha Cambre dirige, desde 2003, o Espacio Ciencia, centro interativo do Laboratório Tecnológico del Uruguay e, atualmente, é presidente Red de Popularización de la Ciencia y la Tecnología en América Latina y el Caribe – RedPop. Cambre é especialista no planejamento de atividades de centros interativos de ciências, desenvolvimento de exposições permanentes e itinerantes, e também na implementação de sistemas de gestão aplicados à museografia.

Martha Marandino

Universidade de São Paulo

Livre docente pela Universidade de São Paulo, Martha Marandino coordena o  Grupo de Estudo de Pesquisa em Educação Não Formal e Divulgação da Ciência/GEENF. Possui projetos de pesquisa, publicações e orientações de iniciação científica, mestrado e doutorado com temas como ensino de ciências, ensino de biologia, divulgação científica e educação em museus.

 

 

Ana Maria Iannini

Toronto University

Ana Maria Iannini é especialista em engajamento público e museus de ciência, e atualmente faz pós-doutorado em engajamento público e espaços de educação não-formal. Realizou um grande estudo comparado entre museus no Brasil e no Canadá estudando críticas e controversas em exposições de ciências.

Luiz Alberto Oliveira

Museu do Amanhã

Doutor em Cosmologia, Luiz Alberto Oliveira é atualmente o curador do Museu do Amanhã do Rio de Janeiro . Além disso é professor, palestrante e consultor de diversas instituições e foi pesquisador do Instituto de Cosmologia, Relatividade e Astrofísica (ICRA-BR) do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF/MCTI).

Realização
Instituições parceiras
Apoio